Skip to main content

Jornada do motorista: Relatórios e assinaturas!

Possuir um sistema de controle da jornada do motorista profissional é sem sombra de dúvida uma necessidade evidente do setor de Recursos Humanos e também Gestão de Frotas das empresas transportadoras.

Além de atender a lei 13.103/15 que regulamenta a profissão do motorista, o sistema ATSguiarh entrega aos gestores diversos controles sendo eles alguns dos quais listamos abaixo, veja só:

• Controle Jornada Normal Diária;
• Controle Jornada Extra Diária;
• Controle Jornada Normal Semanal;
• Acumulado Horas Semanais;
• Horas em Direção;
• Hora Normal sem Direção;
• Horas-extras Diárias;
• Horas-extras Semanais;
• Horas-extras Domingos/Feriados;
• Hora Normal Noturna;
• Horas em Espera Indenizadas;
• Horas em Reserva de Dupla;
• Refeição/Descanso Mínimo;
• Refeição/Descanso Máximo;
• Banco de Horas;
• Desconto de Falta;
• Desconto de DSR Domingo;
• Desconto de DSR Feriado;
• Aviso ao Condutor através de Macros;
• Ficha-ponto;
• Envia comprovante de ponto para o motorista;

Esses controles permitem diversas possibilidades, mas existem três questões importantíssimas que transcendem o controle de forma simples, essas questões são de caráter jurídico e, com eles a empresa transportadora garante de forma segura, que está efetuando o controle da jornada de trabalho do motorista profissional, de forma eficiente e totalmente de acordo com a chamada lei do motorista ou lei do caminhoneiro.

Transportador, veja abaixo três itens que precisam ser assinados por seus motoristas:

– Ficha-Ponto;

– Relatório com o cálculo do pagamento, banco de horas, horas-extras, e demais dados;

– Atestado Técnico e Termo de Responsabilidade;

Tenha mais informações sobre o sistema em atslog.com!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial